Baobá Africano

Código: QSFC5X24W
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Nome cientifico: Adansonia digitata

Nativo das savanas quentes e secas do continente africano, o Imbondeiro ou Baobá é considerado árvore sagrada em muitas culturas, o que não se deve somente à sua longevidade milenar mas também às simbologias que assume para os povos negros. A lenda conta que foi a primeira criação de Deus, que ao lado de um Baobá criou um lago donde ele se mirava e, conforme iam aparecendo as demais criações divinas, o Baobá lamentava por não ter belas folhas ou flores, o que impacientou Deus que o virou de cabeça para baixo! Então muitos povos reúnem-se aos pés dessa árvore para escutarem seus conselhos. Na época da colonização, acabou sendo árvore do esquecimento, pois os escravos eram obriganos a ficar por muito tempo dando voltas em torno de um Baobá antes de serem embarcados nos navios... 

É impressionante a imponência dos Baobás, que são altíssimos, com o troco muito grosso de amplo diâmetro, mas que, no entanto, é oco, e se por vertura aparecem frestas nele, servem de abrigo, tanto que há na África do Sul um bar dentro do oco de um Baobá!

Aqui no Brasil talvez não cheguem à alturas tão extraordinárias devido à adaptação climática, no entanto ficam bem. Passam por variações anuais, ficando completamente pelados (o que fez surgir a graciosa imagem de "árvore de cabeça para baixo", porque de fato parece que as raízes estão de pernas para o ar devido aos ramos esparsos!), depois cheios de grandes folhas (de onde surgiu o nome científico "digitata", pois têm formato que se parece com os cinco dedos da mão), então surgem as enormes e pesadas flores brancas (de cheiro semelhante à carniça), até que chegam os imensos frutos, chamados de Mukua, os quais têm alto valor nutricional e são fonte de alimento na África. Por conta do formato dos frutos, ficou conhecido como "árvore do rato morto" ou como "árvore do macaco-pão", isso porque no interior contém uma pasta que quando seca, endurece e cai aos pedaços parecendo-se com pedaços de pó de pão seco. Esse miolo é rico em minerais, anti-oxidantes, ferro e potássio, contendo 6 vezes mais vitamina C do que uma laranja. Além disso são usados para o tratamento da malária.

Há regiões onde das folhas se prepara uma tradicional sopa. Da polpa dos frutos dissolvida em água fervente se produz um sumo que é muito apreciado como bebida fresca. Das sementes se extrai um óleo comestível.

Em toda a África é conhecido como Árvore da Vida.

 

Tamanho da muda com no mínimo 35cm

*Imagens principais meramente ilustrativas equivalentes a um exemplar adulto da mesma espécie comercializada, já estabelecido, florindo ou frutificando.

Produtos relacionados

Pague com
  • MercadoPago V1
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos

Camila Alegre - CNPJ: 15.235.447/0001-17 © Todos os direitos reservados. 2018

b202977c0fc07e1c6b31961a905395a8ffb23121 google-site-verification: googlefb715e0e5ed40a66.html