Orquídea Dendrobium Anosmum - Muda

Código: HV5B77PTX
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Nome científico: Dendrobium Anosmun

A Orquídea dendrobium é um exemplar muito diferente de orquídea, tanto na folha quanto na flor: cada nova folha surge da base da folha anterior, formando um encadeamento crescente bastante bonito. Embora "anosmum" signifique "sem odor" em latim, as flores dessa Dendobrium possuem uma fragrância suave e agradável, que se acentua caso a planta esteja exposta a períodos de luz intensa (mas nunca sol direto) sucedidos de escuridão total. Essa variedade é de flores rosadas. Tem como particularidade os longos caules pendentes em forma de cana, que podem alcançar até 120 cm de comprimento. Prefere ficar suspensa. Orquídea de folhagem extremamente ornamental com uma floração intensa que ocorre na primavera e verão que duram cerca de 30 dias!

Tamanho da muda com aproximadamente 15 cm. Mudas aptas a florir.

Dendrobium é um dos gêneros mais numerosos e populares que encanta muitos orquidófilos pela sua rusticidade, delicadeza, cores e formas das flores. Esse nome deriva de duas palavras gregas: dendros (árvore) e bios (vida) = vida sobre as árvores, o que significa que a maioria de suas espécies é epífita. As flores saem da lateral dos bulbos através de gemas de brotação, que servem tanto para emitir flores, como também para brotação de "keikes" (em havaiano significa "bebê"), os quais podem originar novas plantas. A partir do outono é necessário observar se os bulbos estão vigorosos, pois se estiverem murchos precisam de água.   

Por ser originária da Ásia tropical e subtropical, a maioria dos Dendrobiuns aprecia regiões de clima tropical, e por esse motivo se adaptaram bem às condições brasileiras.

Cultivar sob local de boa luminosidade em sol pleno. Pode ser cultivada em troncos de árvores. Caso cultivada em vaso suspenso, ele deve ter furos em baixo, para a drenagem da água. O vaso deve ter boa capacidade de espaçamento para o desenvolvimento da Orquídea. Deve-se colocar uma camada de brita ou casco de telha para uma boa drenagem do vaso. O solo deve ser leve, arenoso. As raízes das orquídeas são grossas e muito absorventes, por isso, a quantidade de regas a serem realizadas por semana é menor. De preferência a regar apenas quando o substrato esteja seco. Caso você queira utilizar a adubação orgânica então, uma boa opção é utilizar farinha de osso e torta de mamona (realizar a adubação com a terra do vaso úmida). Só retire os pseudobulbos velhos se eles estiverem ocupando muito espaço no vaso.  Mesmo com uma má aparência, eles ainda fornecem nutrientes para a planta toda – e contribuem para que dê flores todo ano. Quando a orquídea não utiliza mais estes pseudobulbos, eles ficam tão secos que você consegue retirá-los com a mão. Para podar as orquídeas deve-se aguardar até que as flores murchem, certifique-se de que as flores morreram antes de podar a orquídea, elas devem estar murchas, e você deve ver o amarelamento ou escurecimento da espiga. Remova a espiga, mas não o caule. 

ATENÇÃO
*Nossas mudas não são enviadas com vasos, não são enviadas com frutos, não são enviadas com folhas, (pois sofrem poda pré transporte) E NÃO são plantas adultas.
*Imagens principais meramente ilustrativas equivalentes a um exemplar adulto da mesma espécie comercializada, já estabelecido, florindo ou frutificando. 

  Manual de procedimento inicial 

            

Sobre a loja

Viveiro de Mudas RENASEM N° SP-16867/2018 falecom@jardimexotico.com.br Nossos horários de atendimento são: De segunda à sexta - feira: das 8:00 às 13:00 - das 14:00 às 17:00. Não trabalhamos aos sábado, domingos e feriados.

Social
Pague com
  • Pagar.me V2
  • Mercado Pago
  • PagSeguro V2
Selos

BUQUE GIGANTE EIRELI - CNPJ: 28.066.332/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2021