Baobá de Madagascar - Giant baoba

Código: ZRHDK9DE6
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Nome cientifico: Adansonia grandidieri

Adansonia grandidieri (Baobá de Grandidieri ou Baobá de Madagascar), o maior e mais famoso dos seis baobás de Madagascar, é uma espécie ameaçada de extinção no gênero Adansonia. É endêmica de Madagascar. A. grandidieri é nomeado para comemorar o botânico e explorador francês, Alfred Grandidier (1836–1921). Este é o tipo de árvore que é mostrado no filme Madagascar como a árvore gigante no centro da ilha.

 Tamanho da muda com aproximadamente 30 cm  

As sementes e a polpa da fruta são riquíssimas em vitamina C. Os frutos são consumidos frescos, já das sementes se extrai óleo comestível. A casca deste baobá é composta de fibras longas e muito resistentes que são usadas para fazer cordas. De onde se corta a casca sobram cicatrizes quase eternas. Por ser muitíssimo explorada, essa espécie encontra-se hoje sob ameaça de extinção, fator que acentua o trabalho de numerosas ONGs e do governo da ilha para a conservação da biodiversidade singular e proteção da diversidade de fauna e flora de Madagascar. Baobá do Grandidier é classificada como ameaçada de extinção pela Lista Vermelha da IUCN de 2006. A árvore é o mais intensamente explorada de todos os baobás. A longa vida baobá do Grandidier está na folha de outubro a maio, e flores entre maio e agosto. As flores, disse a cheirar a azedo de melancia, aberto pouco antes ou logo após o crepúsculo, e todo o pólen é liberado durante a primeira noite pode alcançar mais de 30 metros de altura e seu tronco mais de 3 metros de diâmetro. Aqui no Brasil talvez não cheguem as alturas tão extraordinárias devido à adaptação climática, no entanto ficam bem.

O Baobá de Madagascar pode ser cultivado em regiões de clima Equatorial, Semi-árido, Tropical. Própria de regiões semi-áridas e litorâneas, ela tolera bem a salinidade e depois de bem estabelecida, resiste a estiagem. Não é um tipo de planta indicado para lugares de clima frio. Pode-se cultivar o Baobá como Bonsai, mas o vaso sempre deve estar em uma área de boa incidência de sol.

A muda de Baóba tem um tempo de crescimento lento, demorando de 8 a 10 anos para seu desempenho como árvore adulta. Esta muda comercializada em nosso site é feita por cultivo feito por sementes. 

O Baobá não exige muito em termos de solo. Tolera solos pedregosos ou arenosos. Neste caso quanto mais drenado melhor. O excesso de matéria orgânica no solo pode acarretar no acumulo de água que pode causar o apodrecimento das raízes e a propagação de fungos. Deve ser cultivado em sol pleno. pode-se fazer a poda somente para intervir num crescimento compacto e trazer a árvore na forma desejada. Recomendamos meses de inverno para cortar ramos individuais, enquanto as folhas podem ser podadas no verão. 

*Imagens principais meramente ilustrativas equivalentes a um exemplar adulto da mesma espécie comercializada, já estabelecido, florindo ou frutificando.

  Manual de procedimento inicial 

              

Produtos relacionados

Sobre a loja

Viveiro de Mudas RENASEM N° SP-16867/2018 falecom@jardimexotico.com.br Nossos horários de atendimento são: De segunda à sexta - feira: das 8:00 às 13:00 - das 14:00 às 17:00. Não trabalhamos aos sábado, domingos e feriados.

Social
Pague com
  • Pagar.me V2
  • Mercado Pago
  • PagSeguro V2
Selos

BUQUE GIGANTE EIRELI - CNPJ: 28.066.332/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2021